Se puder, viaje!

Anny K. Denardi 0 Comentários


    Viaje. Se eu pudesse lhe dar apenas um conselho na vida, seria esse: viaje. Para a cidade ao lado, um outro país, uma ilha afrodisíaca, uma praia inexplorada, um point de turismo, um bairro que você nunca visitou. Viaje na história de um livro, nos seus próprios sonhos, naqueles planos que, vez em quando, você acha que nunca vai realizar. Viaje com muito dinheiro, sem um tostão no bolso, com um superguia preparado, sem saber pra onde ir, de carro, de ônibus, de avião ou de carona em uma nuvem. Apenas viaje.
    Viaje porque viajar é uma das melhores coisas da vida. Porque sair da bolha em que a gente vive o dia-a-dia, te juro, é essencial. Porque sempre dá pra crescer conhecendo gente nova, outras culturas, outras ruas, outras vielas, outros sotaques, outras risadas. E é bom conhecer sonhos, planos e maneiras diferentes de viver a vida. Seja naquela rua em que você nunca foi, naquele livro sobre um outro país ou indo conhecer aquela famosa praia do Nordeste. Viaje para entender porque a gente vive falando que não há nada como voltar para casa. Sem sair, você nunca vai saber de verdade aonde quer ficar.
    Acorde um dia e se torne um turista. Em sua própria cidade mesmo, enquanto não der para ir mais longe. Em seu próprio quarto, até na internet, vendo vídeos de outros lugares. Saia do óbvio, abandone um pouco suas repetições e se proponha a conhecer coisas novas. Não se limite a barra de favoritos de seu navegador. Que site novo você já conheceu hoje? Que mundo novo você quer conhecer?
   Guarde os centavos, deixe de comprar aquela blusinha muito cara, economize no que puder economizar. E, um dia, abra o mapa mundi e escolha: que locais do mundo você quer ir? Não desanime porque hoje você ainda não consegue. A gente nunca sabe aonde pode chegar. Mas leve este conselho: viaje. O máximo que puder, para os lugares mais impensados, da forma que for possível a você. Se puder, viaje. Porque viajar, pode anotar, é um dos maiores investimentos da vida. E você vai me agradecer um dia.
Por: Karine Rosa.

0 comentários:

Obrigado por seu comentário!